Passados dez anos do início da sua construção, em 1748, o Seminário Maior da Sagrada Família de Coimbra começa a receber os primeiros candidatos ao sarcedócio. 

O fresco da cúpula da igreja do Seminário irá deslumbrá-lo.

Atrave-se o magnifíco portão de bronze e poderá vislumbrar a Casa Nova e a Casa Novíssima, e o átrio que dá acesso à igreja onde se encontra um impressionante orgão de tubos e várias esculturas em madeira.

Dirija-se agora à biblioteca, um dos espaços mais impressionantes do Seminário. Aqui encontram-se guardados alguns dos livros mais importantes, protegidos com capas de cabedal e ferragens.