Idanha-a-Nova Cidade Criativa da Música da UNESCO

A 11 de Dezembro (2015) Idanha-a-Nova classifica-se como Cidade da Música, no âmbito da Rede de Cidades Criativas da UNESCO, tornando-se a primeira localidade portuguesa a entrar no grupo de Cidades Criativas da Música.

O património musical de Idanha-a-Nova e a vivência única e inovadora que a música proporciona neste concelho foram alicerces da candidatura a Cidade da Música.

Idanha-a-Nova tem uma identidade intimamente ligada à música: aposta em infraestruturas, investiga profundamente as suas tradições, acolhe um número raro e diversificado de grupos tradicionais e promove, ao longo do ano, uma quantidade impressionante de eventos ligados à música, desde a eletrónica mais moderna aos sons tradicionais, passando pelo registo erudito, num contexto de experiência extraordinariamente diversificado e transversal a todo o território.

O Boom Festival, o Fora do Lugar - Festival Internacional de Músicas Antigas e o Eco Festival Salva a Terra são alguns dos mais representativos, entre os eventos dedicados à música que se realizam no concelho, onde as residências artísticas constituem outro fator de destaque no plano da intervenção cultural associada à música.