Cromeleque dos Almendres, em Évora

O Cromeleque dos Almendres localiza-se nos arredores de Évora, na freguesia de Nossa Senhora de Guadalupe.

O Cromeleque dos Almendres é o maior círculo de menires alguma vez encontrado em na Península Ibérica, é constituído por 95 monólitos ou menires de pedra. É dos monumentos megalíticos mais importantes da Europa, sendo bem mais antigo que o famoso Stonehenge (Inglaterra) - foi construído 2000 anos antes deste!

A primeira fase de formação do Cromeleque dos Almendres ter-se-á iniciado no final do período Neolítico - final do milénio VI a.C.

No Neolítico Médio - V e IV milénios a.C. -, foi acrescentado um novo recinto.

A terceira e última fase de construção do Cromeleque dos Almendres terá ocorrido no Neolítico Final - Milénio III a.C.

A sua importância relaciona-se não só com a sua dimensão, mas também com o seu estado de conservação.

Foi descoberto em 1964 pelo investigador Henrique Leonor Pina, enquanto fazia o levantamento da Carta Geológica de Portugal.

Desde de 2015 que é Monumento Nacional.

Atualmente faz parte do Circuito Megalítico em Évora e no Alentejo.

Este é um lugar mágico carregado de simbologia e de misticismo e que nos faz entrar numa espécie de máquina do tempo. Seja para voltar atrás e tentar compreender o seu significado, ou para simplesmente nos mesmerizarmos com a paisagem e o nascer do Sol no dia mais longo do ano - solstício do verão - este um lugar que tem mesmo que visitar.