Aposentos Espicopais

Depois do Paço Episcopal (atual Museu Machado de Castro) ter sido tomado no contexto da Implantação da República, a 5 de outubro de 1910, o Bispo de Coimbra passa a residir no Seminário até 1961, aquando da inauguração do novo Paço Episcopal, ao fundo do mesmo terreno.

De 1913 a 1913, D. Manuel Correia de Bastos Pina; de 1914 a 1936, D. Manuel Luís Coelho da Silva; de 1936 até 1948, D. António Antunes; de 1948 até 1961, D. Ernesto Sena de Oliveira.

No escritório destaca-se a "banqueta de altar" pertencente à Igreja do Seminário, em prata lavrada, a estante envidraçada com várias alfaias litúrgicas desde o Séc. XVIII ao Séc. XX, e a magnífica umbela do Séc. XVIII.

Já no quarto, não deixe de apreciar a cama, a mesa de cabeceira com "vaso noturno" em porcelana dos primeiros anos da fábrica da Vista Alegre, a cómoda em madeira preciosa, a bacia e o gomil em porcelana.

Na sala de audiências, aprecie as cadeiras estofadas, o espelho, a carpete (um tapete da famosa fábrica de Aubusson), e os estuques do teto.

Na sala de reuniões merece especial destaque a mesa em madeira preciosa com embutidos, ostentando ao centro o brasão do Bispo Fundador.